Mestrado em Ilustração e Animação

Pós-laboral

O mestrado em Ilustração e Animação é o único mestrado a nível nacional que reúne duas áreas emergentes, a Ilustração e a Animação, de forma multidisciplinar e respondendo assertivamente às necessidades do mercado atual e global.

Tendo por base a comunicação visual, da vertente artística à vertente comercial, pretende oferecer uma formação completa, na qual os formandos possam optar pelo desenvolvimento de um projeto final coerente com as suas competências e preferências, seja ao nível da ilustração ou da animação, ou ainda em ambas, construindo um projeto ambivalente.

É um mestrado reconhecido e premiado tanto ao nível da ilustração como da animação, por editoras internacionais e festivais de cinema de animação respetivamente.

Enquanto mestrado de ensino politécnico aposta no contacto com os autores e profissionais de mercado, sendo que, além do corpo docente altamente especializado na área, todos os anos oferece um conjunto de seminários de excelência.

  • Horário Pós-laboral
  • Possibilidade de Bolsa de Estudo
  • Propina de 1.700 € (2 anos) *
  • 25 vagas

* Diferentes modalidades de pagamento.

  • Saídas Profissionais

    O Mestre em Ilustração e Animação está habilitado para trabalhar em áreas como:

    •  Ilustração editorial;
    •  Ilustração científica;
    •  Ilustração infantil;
    •  Ilustração infográfica;
    •  Desenho de Personagens;
    •  Realização;
    •  Cinema de Animação;
    •  Produção audiovisual;
    •  Edição vídeo;
    •  Artes Visuais.
  • Destinatários

    Licenciados nas diferentes áreas do Design, das Artes Plásticas, da Multimédia e áreas afins.

  • Ação Social

    No IPCA, os estudantes podem beneficiar de um conjunto de serviços que os apoiam ao longo de todo o percurso académico.

    › Bolsas de estudo

    › Auxílio de emergência

    › Acesso à alimentação (cantina e Bares)

    › Acesso a serviços de saúde

    › Gabinete de Psicologia

    › Apoio a atividades culturais e desportivas

    › Transporte

    › Apoio ao nível de alojamentos certificados pelos SAS (elo de ligação entre proprietários e estudantes)

    Bolsas de Estudo

    Os estudantes que frequentam cursos de mestrado têm acesso aos apoios sociais concedidos pelo Estado Português, nomeadamente, a possibilidade de receberem uma Bolsa de Estudo.

    A Bolsa de Estudo permite comparticipar o estudante nas despesas com a frequência do mestrado, nomeadamente, com a propina, alimentação, transporte, material escolar e alojamento, sempre que o mesmo não disponha de um nível mínimo adequado de recursos financeiros.

    Valor
    O valor da bolsa é variável, de acordo com a situação sócioeconómica do agregado familiar, podendo ir do seu valor mínimo (1º ano) – 1.038€ – até ao valor máximo – 5.649,42€.

    Ficam todos os interessados convidados a dirigir-se aos Serviços de Ação Social do IPCA para receberem informações mais detalhadas, podendo também obter uma simulação do valor da Bolsa de Estudo.

    Para mais informações  consulta a página on-line dos Serviços de Ação Social do IPCA,  ou através dos  contactos de Email sas@ipca.pt ou pelo telefone 253 80 25 03.

  • Candidaturas

    Resultados das candidaturas:

    As matrículas realizam-se on-line. Os candidatos colocados no Curso serão, oportunamente, contactados via e-mail pelos Serviços de Pós-graduação do Curso para procederem à matrícula on-line.

     

    As candidaturas decorrem em 2 fases:

    Vagas

    Estão disponíveis 25 vagas a concurso: 20 vagas na 1.ª fase e 5 vagas reservadas para a 2.ª fase. Os candidatos não admitidos na 1.ª fase transitam automaticamente para a 2.ª fase, sendo sujeitos a novo processo de seriação.

    Consulte aqui o edital de abertura de candidaturas.

    A candidatura realiza-se  on-line  fazendo parte os seguintes documentos:

    › Cópia do cartão de cidadão, passaporte ou equivalente legal;

    › Cópia do cartão de contribuinte ou equivalente legal;

    › Certificado de habilitações discriminado com as classificações obtidas por disciplina e média final;

    › Um exemplar do curriculum profissional e académico do candidato;

    › Carta de motivação para a frequência do mestrado, da autoria do candidato devidamente assinada;

    › Portefólio académico e/ou profissional. No caso de não conseguir anexar no portal académico remeter para mia@ipca.pt;

    › 1 fotografia;

    › outros documentos/elementos que o candidato considere relevantes para a apreciação da candidatura.

    Os titulares de grau académico estrangeiro, deve ainda anexar o documento emitido pela Direção Geral do Ensino Superior (DGES) a comprovar a habilitação superior obtida no país de origem (o documento pode ser obtido  aqui).

    A Comissão Científica do mestrado, pode solicitar ao candidato os documentos originais para análise.

     

    O upload dos documentos via internet é obrigatório mas não dispensa o envio dos  documentos originais ou fotocópias devidamente autenticadas, pelo que a candidatura só será considerada válida com a submissão e o envio dessa documentação.

    Os originais dos documentos acima indicados como obrigatórios acompanhados da impressão do comprovativo de candidatura são enviados por correio registado ou entregue  presencialmente nos Serviços Administrativos da Escola Superior de Design, até ao final do prazo de candidatura ou, na impossibilidade de cumprimento deste prazo, até 3 dias antes do final do prazo de seleção dos candidatos, para Escola Superior de Design – Campus do IPCA, Lugar do Aldão, Vila Frescainha – S. Martinho, 4750-810 Barcelos.

    Para habilitações obtidas no estrangeiro os documentos devem ser autenticados pelos serviços oficiais de educação do respetivo país e reconhecido pela autoridade diplomática ou consular portuguesa ou trazer a apostilha da Convenção de Haia. O mesmo deve acontecer relativamente às traduções de documentos cuja língua original não seja espanhola, francesa ou inglesa (obrigatória a tradução para uma destas línguas)

    O processo de candidatura, uma vez encerrado o concurso, ficará na posse do IPCA.

    Taxa de candidatura

    Pela candidatura é devida uma taxa no valor de 50Euros.

    A taxa de candidatura é paga via referência multibanco, gerada quando da submissão da candidatura. A candidatura só será considerada válida após validação do processo pelos Serviços Administrativos da ESD e pagamento da taxa.

    Matrícula e Inscrição

    A matrícula e inscrição nos cursos de mestrado é organizada pela Secção de Pós-graduação da Divisão Académica do IPCA.

    Funcionamento do curso

    O Curso funcionará em regime pós-laboral, 3 dias por semana (quarta, quinta e sexta-feira), nas instalações da ESD no Campus do IPCA, prevendo-se iniciar em meados de outubro.

  • Estrutura curricular

    Unidades Curriculares HC ECT Semestre
    2123-Narrativas Visuais 30h 4 1
    2150-Métodos e Técnicas de Representação 30h 5
    2152-Ilustração I 30h 5
    2154-Estudo e Desenvolvimento de Personagens 30h 5
    2157-História da Ilustração e Animação 20h 4
    2185-Animação 2D 50h 7
    21810-Laboratório de Som e Imagem 30h 4 2
    21211-Teorias da Imagem 20h 4
    2158-Ilustração II 30h 6
    2189-Modelação e Animação 3D 50h 8
    20912-Escrita Criativa 30h 4
    26700-Seminários em Ilustração e Animação 20h 4

    HC - Número de Horas de Contato     ECTS - Créditos ECTS

    Unidades Curriculares HC ECT Semestre
    21716-Empreendedorismo e Inovação 30h 4 1
    21520-Metodologias de Investigação em Imagem 30h 6
    12-Dissertação/Trabalho de Projeto/ Estágio 75h 50 2

    HC - Número de Horas de Contato     ECTS - Créditos ECTS

    Consulta  a nova estrutura curricular e plano de estudos do MIA e as respectivas regras integração

  • Mais informações

    Direção de Curso

    Prof.ª Paula Tavares

    E-mail: mia@ipca.pt
    Telefone: 253 802 266

    Facebook do MIA

    Porquê o IPCA (vídeo)

  • Avaliação/Acreditação

    Acreditação

    Estado: Acreditado

    Nº de anos de acreditação: 2

    Data da publicação: 15-03-2016

    Acreditação MIA

     

    Registo DGES

    Estado: Registado

    Número Registo: R/A-Cr 48/2010

    Data da decisão: 14/07/2010